Leitores do Mundo ao Meu Redor

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Felicidade caminha ao lado da liberdade

domingo, 6 de dezembro de 2009

O casulo e a borboleta

Vôo da Borboleta

Hoje eu me encontrei.
Olhei pra mim e não te vi.
Você não estava mais em mim.

Sinto que é hora de voar...
como uma borboleta,
eu estou me desfazendo
de um casulo que me prendeu
por um longo tempo...

Um casulo de sonhos
que nunca se realizaram...
de longas esperas...
por momentos que não vieram...
de desejos contidos...
por um amor que nunca existiu...

Estou em metamorfose...
mudanças de sentimento...
metamorfose da alma...
e do coração.

Me preparo para voar...
me vejo ganhar asas...
me despedindo de você...
me despedindo da saudade...
me despedindo das lembranças...
e de tudo que senti.

Agora o casulo é seu...
deixo para você todas as lembranças
da mulher que eu fui.

Deixo para você a saudade dos momentos...
a espera pelo que não veio...
e o sonho não realizado...
é tudo seu...

Fique com todas as lembranças
da mulher que tanto te amou...
que te desejou com a força da alma...
e que foi tua, mesmo sem te ter...

Fique com tudo,
pois não há mais lugar
para isso dentro de mim...
mudei...me transformei...

Metamorfose da alma...
estou me libertando...
me sinto pronta para voar...
agora estou livre...
livre de tudo que me prendia ...

Uma nova mulher
surgindo dentro de mim...
está sorrindo... está em paz.... está Feliz !

Eu olho para ela e vejo que sou eu!

Sou eu como antes...
Sou eu voltando...
Sou eu mesma...
Sou eu...
de volta pra mim...

Lia Luft

Flor

"Estou com saudades e penso tanto em você."

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Oração

Que desse meu sono, meu Pai,
venha a minha recuperação de energia.
Pois nesse bombardeio energético externo que atravesso,
minhas moléculas parecem dispersas.
Soltas de mim, nesse mundo doido aí.
Que o sono traga de volta a concentração.
E que eu sinta a minha integridade.
Amém.

sábado, 28 de novembro de 2009

Pobre Escura Noite

A morte continua com fama de fim.
A morte continua com fama de má.

Pobre morte com seus atos infames.
Mal sabia a morte que a dor de seus atos doía menos que a saudade.

Por toda a minha vida, Inesquecível

Essa Mulher

http://www.youtube.com/watch?v=Ql-I1IQ8KEc

De manhã cedo essa senhora se conforma
Bota a mesa, tira o pó, lava a roupa, seca os olhos
Ah. como essa santa não se esquece de pedir pelas mulheres
Pelos filhos, pelo pão
Depois sorri, meio sem graça
E abraça aquele homem, aquele mundo
Que a faz assim, feliz
De tardezinha essas menina se namora
Se enfeita se decora, sabe tudo, não faz mal
Ah, como essa coisa é tão bonita
Ser cantora, ser artista
Isso tudo é muito bom
E chora tanto de prazer e de agonia
De algum dia qualquer dia
Entender de ser feliz
De madrugada essa mulher faz tanto estrago
Tira a roupa, faz a cama, vira a mesa, seca o bar
Ah, como essa louca se esquece
Quanto os homens enlouquece
Nessa boca, nesse chão
Depois parece que acha graça
E agradece ao destino aquilo tudo
Que a faz tão infeliz
Essa menina, essa mulher, essa senhora
Em que esbarro toda hora
No espelho casual
É feita de sombra e tanta luz
De tanta lama e tanta cruz
Que acha tudo natural.

Composição: Joyce/A.Terra
]

Fico Assim Sem Você

Avião sem asa, fogueira sem brasa
Sou eu assim sem você
Futebol sem bola,
Piu-Piu sem Frajola
Sou eu assim sem você

Por que é que tem que ser assim
Se o meu desejo não tem fim
Eu te quero a todo instante
Nem mil alto-falantes
vão poder falar por mim

Amor sem beijinho
Buchecha sem Claudinho
Sou eu assim sem você
Circo sem palhaço,
Namoro sem amasso
Sou eu assim sem você

Tô louco pra te ver chegar
Tô louco pra te ter nas mãos
Deitar no teu abraço
Retomar o pedaço
Que falta no meu coração

Eu não existo longe de você
E a solidão é o meu pior castigo
Eu conto as horas
Pra poder te ver
Mas o relógio tá de mal comigo

Por quê? Por quê?

Neném sem chupeta
Romeu sem Julieta
Sou eu assim sem você
Carro sem estrada
Queijo sem goiabada
Sou eu assim sem você

Por que é que tem que ser assim
Se o meu desejo não tem fim
Eu te quero a todo instante
Nem mil alto-falantes
vão poder falar por mim

Eu não existo longe de você
E a solidão é o meu pior castigo (2X)
Eu conto as horas pra poder te ver
Mas o relógio tá de mal comigo

Por quê?

Composição: Abdullah / Cacá Moraes

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Escolhas.

A vida são escolhas.
Será que sempre há uma escolha?



The Road Not Taken

Two roads diverged in a yellow wood,
And sorry I could not travel both
And be one traveler, long I stood
And looked down one as far as I could
To where it bent in the undergrowth;

Then took the other, as just as fair
And having perhaps the better claim,
Because it was grassy and wanted wear;
Though as for that, the passing there
Had worn them really about the same,

And both that morning equally lay
In leaves no step had trodden black.
Oh, I kept the first for another day!
Yet knowing how way leads on to way,
I doubted if I should ever come back.

I shall be telling this with a sigh
Somewhere ages and ages hence:
two roads diverged in a wood, and I --
I took the one less traveled by,
And that has made all the difference.

Robert Lee Frost (1874-1963)

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Estranho

A pior tristeza que sinto
- se há melhor ou pior -
é aquela que me cala a voz.

Deus, não me deixa baixar
o volume da vida


Sensação de luta


Estranho é como a tristeza me apura os sentidos.

Indagação de menina

Sempre ouvi que ver a vida com bons olhos,
achando que dá pra ser feliz
é coisa de gente que ainda tem muito que viver.
Será?

Memória de um momento só

Como se fosse a primeira vez
- Sob a luz forte do sol
e uma brisa leve de chuva futura -
Depois de 14 anos ,
andei de bicicleta.

Quase te atropelo
Fui me desequilibrando
Rasguei a calça
Destruí a sandália
Mas me senti a menina que sou.

Mais se fala, menos se diz.

Poucas palavras uso.
Minhas palavras não querem dizer tudo.
Você lê o que você quiser.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

A melhor lembrança que guardo sua


No meio do Sambódramo
Arquibancada completamente vazia
Como mestre-sala e porta-bandeira
Rodopiavam ela e o pai
Ao som de uma música que jamais escutarei





Imagem retirada de http://lequerica.blogspot.com/2007/03/flores-para-voc-tudo-para-o-bem-querer.html

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

26.10.2009

Guarde bem os tufinhos de cabelo, pois novos retratos tu não verás mais.


http://meninaquele.blogspot.com/2009/07/os-tufinhos-de-cabelo.html

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Minha missão, meu dever




Mantra

Quando não tiver mais nada
Nem chão, nem escada
Escudo ou espada
O seu coração
Acordará

Quando estiver com tudo
Lã, cetim, veludo
Espada e escudo
Sua consciência
Adormecerá

E acordará no mesmo lugar
Do ar até o arterial
No mesmo lar
No mesmo quintal
Da alma ao corpo material

Hare Krishna Hare Krishna
Krishna Krishna
Hare Hare
Hare Rama
Hare Rama
Rama Rama
Hare Hare

Quando não se têm mais nada
Não se perde nada
Escudo ou espada
Pode ser o que se for
Livre do temor

Hare Krishna Hare Krishna
Krishna Krishna
Hare Hare
Hare Rama
Hare Rama
Rama Rama
Hare Hare

Quando se acabou com tudo
Espada e escudo
Forma e conteúdo
Já então agora dá
Para dar amor

Amor dará e receberá
Do ar, pulmão
Da lágrima, sal
Amor dará e receberá
Da luz, visão
Do tempo espiral

(...)

Amor dará e receberá
Do braço, mão
Da boca, vogal
Amor dará e receberá
Da morte
O seu dia natal

Adeus Dor...

Hare Krishna Hare Krishna
Krishna Krishna
Hare Hare
Hare Rama
Hare Rama
Rama Rama
Hare Hare


Composição de Nando Reis e Arnaldo Antunes

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Vua Minininha



Eu conheço a imensidão do céu
Pássaro que sou
Mergulharei de vez
Uma vez ou três
Duzentos por hora ou algo mais
Na velocidade de encontrar você
Te merecer
Voar, sem ter onde chegar
E de lá do céu
Formaremos dois em um só
Fugirei da chuva
Beijarei o sol

Amanheceu
É hora de voar

Sigo meu instinto animal
Cruzo mil fronteiras
Garimpando amor
Semeador
De tanto voar achei você
Multicolorido exatamente igual
Ao meu astral
Melhor é voar a dois
E de lá do céu
Formaremos dois em um só
Fugirei da chuva
Beijarei o sol

Amanheceu
É hora de voar

domingo, 25 de outubro de 2009

A menina navega...



Oh vida di már, vida di piskador
Regrésu tom nsértu tenê-m kurasom ku dor !
Alê-m li xintádu, na kais di bu partida
Xintidu angustiádu i lágrimas di amor.
Má ku tudu fé m-ta djobi seu,
M-ta pidi Deus pa bránda már
Pa bu navega kaminhu di vólta
Ku bóti karegádu pa um diâ más diskansádu.
Mudjer di piskador ku se sánta na altár
Um véla pa kada noti...
Obi som di nha búziu, bem pa mi
Ka bu bai más lonji ki si...
Oh már! oh seu !
Trazê-l pa pértu-mi !
Dixâ-l p-e bem brasâ-m !

Navega - Mayra Andrade

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Em cada ângulo uma visão

Que bom que o tempo passa.



...




Que pena que o tempo passa.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Leu? Li.

Sou composta por uma mistura de sensações.
E pessoas que deixaram marcas.
Minha alma tem marcas.
Não dá pra apagar.
Marcas lindas. Marcas lidas.

Sou a mistura do 'eu' e do 'você' que lê.
Sou a mistura e a força dos meus dedos ao digitar.
Sou o silêncio do canto, o sorriso da criança, o batuque do índio.
As palavras dos ventos soprados por Deus.
Minha missão não canto, vivo.

Há muito o que dizer.

I don't see what anyone can see in anyone else but you



You're a part time lover and a full time friend
The monkey on you're back is the latest trend
I don't see what anyone can see, in anyone else
But you


I kiss you on the brain in the shadow of a train
I kiss you all starry eyed, my body's swinging from side to side
I don't see what anyone can see, in anyone else
But you

Here is the church and here is the steeple
We sure are cute for two ugly people
I don't see what anyone can see, in anyone else
But you

The pebbles forgive me, the trees forgive me
So why can't, you forgive me?
I don't see what anyone can see, in anyone else
But you

I will find my nitch in your car
With my mp3 DVD rumple-packed guitar
I don't see what anyone can see, in anyone else
But you

Du du du du du du dudu
Du du du du du du dudu
Du du du du du du dudu du

Up up down down left right left right B A start
Just because we use cheats doesn't mean we're not smart
I don't see what anyone can see, in anyone else
But you


You are always trying to keep it real
I'm in love with how you feel
I don't see what anyone can see, in anyone else
But you


We both have shiny happy fits of rage
You want more fans, I want more stage
I don't see what anyone can see, in anyone else
But you

Don Quixote was a steel driving man
My name is [Adam] I'm your biggest fan
I don't see what anyone can see, in anyone else
But you


Squinched up your face and did a dance
You shook a little turd out of the bottom of your pants
I don't see what anyone can see, in anyone else
But you


Du du du du du du dudu
Du du du du du du dudu
Du du du du du du dudu du
But you



The Moldy Peaches
(Dawson, Kimya M; Green, Adam Bartholemew)

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Uma verdade

Eu possuo "a estranha mania de ter fé na vida".

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Guerreiro de Luz

Veste sua armadura e venha,
Rodeado de luz.
Em pé ao lado de quem o chama.
Firme.
Proteção.

Veio comigo lutar,
E sabe que há mais do que vemos.
Há mais do que somos.
Há mais do que pensamos que há.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

19.08

E por uma pequena brecha,
entre uma poltrona e outra, o sol
- grande astro -
inteiro e redondo
a me iluminar meu rosto.
Alguns segundos...
Felicidade em poder notar
uma metáfora perdida na estrada.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Gerânio

Ela que descobriu o mundo
E sabe vê-lo do ângulo mais bonito
Canta e melhora a vida, descobre sensações diferentes
Sente e vive intensamente

Aprende e continua aprendiz
Ensina muito e reboca os maiores amigos
Faz dança, cozinha, se balança na rede
E adormece em frente à bela vista

Despreocupa-se e pensa no essencial
Dorme e acorda

Conhece a Índia e o Japão e a dança haitiana
Fala inglês e canta em inglês
Escreve diários, pinta lâmpadas, troca pneus
E lava os cabelos com shampoos diferentes

Faz amor e anda de bicicleta dentro de casa
E corre quando quer
Cozinha tudo, costura, já fez boneco de pano
E brinco para a orelha, bolsa de couro, namora e é amiga

Tem computador e rede, rede para dois
Gosta de eletrodomésticos, toca piano e violão
Procura o amor e quer ser mãe, tem lençóis e tem irmãs
Vai ao teatro, mas prefere cinema

Sabe espantar o tédio
Cortar cabelo e nadar no mar
Tédio não passa nem por perto, é infinita, sensível, linda
Estou com saudades e penso tanto em você

Despreocupa-se e pensa no essencial
Dorme e acorda

(Composição: Nando Reis, Marisa Monte, Jennifer Gomes)

domingo, 20 de setembro de 2009

Um mundo de silêncio no meio do meu oceano

A água havia sumido.
Os peixes fora d'água pareciam lutar
pelos últimos momentos de vida.
Mesmo parecendo não terem mais força,
se agrupavam em espécies.
Cada qual com seus demais semelhantes.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Será que vale a pena ser gente grande?
Seria muito mais interessante a inocência dos anos anteriores?

Sinto falta da essência da alegria plena.
Não que eu não a tenha, mas antes só ela eu tinha.

Entre "ais" e "uis" continuo a inventar a minha menina.
Em segredo.

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Alegoria do Sonho


Soprávamos bolas de sabão.
Enquanto todos queriam estourar todas,
um só menino as soprava pro alto.
Talvez quisesse ver todo o espaço
que uma só bolinha pudesse conquistar.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Raízes

Música para poucos
Música da natureza
Batucada entre as árvores
Um cantar murmurado
Inebriante
A natureza dança nossa ignorância.


Ela pouco se importa.
Minhas raízes não negam;
já estive por lá.


[Ao Som de Guem, sugestão de Ricardo K.
http://www.youtube.com/watch?v=eVwsTp0rqJk]

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Sleeping

Pois é, meu amigo, cansei de brincar de gente grande.
A gente vive, vive e vive. Depois a gente morre.

"When I wake up early in the morning,
Lift my head, I'm still yawning
When I'm in the middle of a dream
Stay in bed, float up stream
Please don't wake me, no don't shake me
Leave me where I am I'm only sleeping
Everybody seems to think I'm lazy
I don't mind, I think they're crazy
Running everywhere at such a speed
Till they find, there's no need
Please don't spoil my day I'm miles away
And after all I'm only sleeping
Keeping an eye on the world going by my window
Taking my time"

I'm Only Sleeping - The Beatles

domingo, 23 de agosto de 2009

Literalmente

Joguei fora as coisas velhas.
Dei espaço ao vazio.

Não entro no automático da vida.
Preciso de uma alma leve pra voar.

Porta-bandeira de mim.

Não preciso que você me entenda
- repito quantas vezes for necessário -
Eu só preciso cantar.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

A vida não admite conclusões.

Still me...

"Meus ontens estão desaparecendo e meus amanhãs são incertos. Então, para que eu vivo? Vivo para cada dia. Vivo o presente. Num amanhã próximo, esquecerei que estive aqui diante de vocês e que fiz este discurso. Mas o simples fato de eu vir a esquecê-lo num amanhã qualquer não significa que hoje eu não tenha vivido cada segundo dele. Esquecerei hoje, mas isso não significa que o hoje não tem importância."


Alzheimer: doença que surge silenciosamente.

"Já naquela época, mais de um ano antes, havia na cabeça dela, não muito longe das orelhas, neurônios que vinham sendo estrangulados até a morte, em demasiado silêncio para que ela os ouvisse. Alguns diriam que as coisas corriam tão insidiosamente mal que os próprios neurônios desencadearam os acontecimentos que levariam a sua própria destruição. Se foi um assassinato molecular ou um suicídio celular, eles não puderam alertá-la para o que estava acontecendo antes de morrerem."

GENOVA, Lisa. Para sempre Alice: quando não há mais certezas possíveis, só o amor sabe o que é verdade. Rio de Janeiro: Fronteira, 2009.

sábado, 8 de agosto de 2009

Inesquecível

A menina que traduz o mundo ao seu redor.

Ela sabe o quanto sabe!
Pergunta fingindo.
Indaga fugindo
da resposta
que ela própria traduz.
Faz que não pensa
só para saber um pouco mais de nós.
Menina esperta, com uma frase
numa página deserta
coloca o mundo para pensar.
Ingênua?
Pois sim.
Sempre tem a pergunta incerta
e resposta sempre certa.
Se diverte ao saber
que esse mundo
é só dela
e que não podemos
interferir.

Ricardo Kersting



Meu querido Ricardo, qualquer palavra limitaria as emoções vibrantes que senti ao ler cada palavra. Por isso agradeço com tudo que tenho e tudo que há em mim.

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Suposição: a resposta

Imaginar coisas impossíveis até pode, mas não vale.

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Suposição

E se ninguém julgasse meus atos?
De repente andar despida de valores e ideais fosse realmente interessante.

sexta-feira, 31 de julho de 2009

Numa flor

Move o morro
Morro de vento, de água do mar.
Sal numa flor.
Flor de Li. Margarida de Li.
Seus pés nos meus.
Sem fim. Há fim.
Só que ninguém sente.

Não quero que guarde meus versos.
Jogue fora as folhas de papel.
Eu só quero que eles caibam nos seus.

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Despertar de consciência: viver o agora.

Em um banho alimentando a consciência do agora, ouvi um som diferente. Ao desligar o chuveiro surpreendo-me com um canto macio, de voz cansada. Impecável. Há meses que não escuto seu canto. De repente é como se estivesse com os ouvidos de uma criança.

terça-feira, 21 de julho de 2009

Os Tufinhos de Cabelo

Eu sei que ele ainda novo largou os estudos e voltou pra casa. Depois disso seu comportamento não foi mais o mesmo. Ninguém classifica as conversas desconexas e intermináveis. Quase paralelas à realidade. Poucos rasgos de consciência.
Com o adoecimento de seu pai, uma mudança. Um rapaz que segue atentamente os conselhos que seu pai lhe dera antes de ser internado. Um cuidado com a mãe diferente. Uma mudança de atitude. Uma nova pessoa. Em sua intimidade, ele guarda um álbum. Esse com fotos variadas de seu pai no leito do hospital. Um novo álbum será feito para registrar a fase de melhoria que se segue agora.
Muita saudade a ausência provoca. Uma caixinha pequena guarda um tesouro revelado a poucos: dois tufinhos de cabelo, um seu e outro de seu pai. Talvez assim ele sinta de mais perto a presença ausente que tanto lhe falta.

segunda-feira, 13 de julho de 2009

E nesse frio que tá lá fora a gente brinca de se esquentar...

Há hora pra fazer nada.
Há hora pra fazer tudo.
Há hora pra fazer.
Há hora pra não ser. Ou ser. Tanto faz.

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Para entrar em estado de árvore é preciso
partir de um torpor animal de lagarto às
3 horas da tarde, no mês de agosto.
Em 2 anos a inércia e o mato vão crescerem nossa boca.
Sofreremos alguma decomposição lírica até
o mato sair na voz.

Hoje eu desenho o cheiro das árvores.

Manoel de Barros

Uma cena

Uma menina, como eu. Só que ela tem filho.
Uma demissão. Um olhar de lágrimas.
Sei que acontece com muitos. Sei que é muito comum.
Mas seus olhos chorosos olharam nos meus.

sábado, 4 de julho de 2009

Why so serious?



Como ultrapassar os limites da arte.

Limites... Será?

sexta-feira, 3 de julho de 2009

O menino do pijama listrado

Inevitável citar que provavelmente eu tenha vivido em um dos lados dessa cerca; com o pijama listrado ou com o uniforme impecavelmente passado e cheio de condecorações. Com uma estrela com seis pontas ou com um desenho branco e preto feito por cima de um vermelho brilhante.

Marcante no livro é a inocência de um menino alemão rico, filho de um comandante, o protagonista do livro, Bruno. E last but not least, a complexidade singular e impactante de Shmuel, menino judeu que poucos detalhes dá (e sabe) sobre sua condição no Haja-Vista.

O enredo e a época da história não surpreendem. No entanto a construção desses dois personagens é singular. John Boyne pode ser considerado previsível, mas é impossível não perceber a sensibilidade. Não vejo a hora de assistir ao filme.

A amizade. As mãos.

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Certeza

E quando você menos espera, as coisas vão se encaixando.
Cada qual em seu lugar.
Estranha essa coisa que chamamos de vida.

domingo, 28 de junho de 2009

I will sing you to me

Acredito em energia.
Acredito em um mundo onde tudo é provocado,
modificado, inventado pela energia.

'Acredito' não é bem a palavra que queria usar.
Eu sinto.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Dúvida..

Se eu confio tanto em Deus, por que ainda sinto medo?

terça-feira, 16 de junho de 2009

Sinal de vida.

"Sabe, já faz tempo
Que eu queria te falar
Das coisas que trago no peito
(...)
Não te trago flores
Porque elas secam e caem ao chão
Te trago os meus versos simples
Mas que fiz de coração"
Cassiane Silva e Richardson Maia

Num novo capítulo. Não sei quando (ou se) essa nova fase vai entrar na rotina.
No ar uma sensação de novidade. Continuo com o livro aberto.
Colori alguns momentos nele, depois de vividos.
Tiro menos fotos. Minha prioridade é estar. É ser.
Cada dia é uma prova. Cada dia é novo.
Cada dia aprendo a não me preparar para nada.
Para sentir a surpresa de não saber o que vem por aí.

terça-feira, 26 de maio de 2009

Teoria dos Lados

"Todo lado tem seu lado
Eu sou o meu próprio lado
E posso viver ao lado
Do seu lado, que era meu"

"E é verdade, também que pouca gente entendeu a teoria maluca do menino maluquinho mas ele ria baixinho quando a saudade apertava pois descobriu que a saudade era o lado de um dos lados da vida que vinha aí.

Agora, vejam se pode uma descoberta dessas!

Só mesmo sendo maluco ou sendo amado demais."

Ziraldo. O Menino Maluquinho. Melhoramentos: 1994. páginas 85-87




Eu tento escrever alguma coisa.
Mas na minha cabeça só vem o seguinte
dentro desse turbilhão de emoções que
esse trecho me provoca. Esse menino foi feliz.

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Perdão Você


"Cores imagens
Cores imagens
Cores imagens
Cores
Originais
As flores
Demais
As cores
E mais amores"

Carlinhos Brown e Alain Tavares


Para mim. Perdão para mim. Foram muitos momentos perdidos. Não que há necessidade em recuperá-los. O passado enterrado está. Mas há necessidade em cessar o ato de culpar. Perdoei os erros que pensei ter cometido. Não estou vivendo a 'síndrome de Gabriela' ("Eu cresci assim, eu nasci assim..."). Joguei fora as páginas velhas e meu livro agora é repleto de páginas brancas. Mais que aceitação. Liberdade.
*Foto de Kim Carvalho

terça-feira, 19 de maio de 2009

Ai Que Saudade D'ocê

"Não se admire se um dia
Um beija-flor invadir
A porta da sua casa
Te der um beijo e partir
Fui eu quem mandei o beijo
Que é pra matar meu desejo
Faz tempo que não te vejo
Ai que saudade d'ocê"

Vital Farias

terça-feira, 12 de maio de 2009

Todo dia é dia das mães.

O Mundo não é Maternal (Martha Medeiros)

É bom ter mãe quando se é criança, e também é bom quando se é adulto.

Quando se é adolescente a gente pensa que viveria melhor sem ela, mas é um erro de cálculo. Mãe é bom em qualquer idade. Sem ela, ficamos órfãos de tudo, já que o mundo lá fora não é nem um pouco maternal conosco. O mundo não se importa se estamos desagasalhados e passando fome. Não liga se virarmos a noite na rua, não dá a mínima se estamos acompanhados por maus elementos. O mundo quer defender o seu, não o nosso.

O mundo quer que a gente fique horas no telefone, torrando dinheiro.

Quer que a gente case logo e compre um apartamento que vai nos deixar endividados por vinte anos. O mundo quer que a gente ande na moda, que a gente troque de carro, que a gente tenha boa aparência e estoure o cartão de crédito.

Mãe também quer que a gente tenha boa aparência, mas está mais preocupada com o nosso banho, com os nossos dentes e nossos ouvidos, com a nossa limpeza interna: não quer que a gente se drogue, que a gente fume, que a gente beba. O mundo nos olha superficialmente. Não consegue enxergar através. Não detecta nossa tristeza, nosso queixo que treme, nosso abatimento. O mundo quer que sejamos lindos, sarados e vitoriosos para enfeitar ele próprio, como se fôssemos objetos de decoração do planeta. O mundo não tira nossa febre, não penteia nosso cabelo, não oferece um pedaço de bolo feito em casa.

O mundo quer nosso voto, mas não quer atender nossas necessidades. O mundo, quando não concorda com a gente, nos pune, nos rotula, nos exclui. O mundo não tem doçura, não tem paciência, não pára para nos ouvir. O mundo pergunta quantos eletrodomésticos temos em casa e qual é o nosso grau de instrução, mas não sabe nada dos nossos medos de infância, das nossas notas no colégio, de como foi duro arranjar o primeiro emprego. Para o mundo, quem menos corre, voa. Quem não se comunica se trumbica. Quem com ferro fere, com ferro será ferido. O mundo não quer saber de indivíduos, e sim de slogans e estatísticas. Mãe é de outro mundo. É emocionalmente incorreta: exclusivista, parcial, metida, brigona, insistente, dramática, chega a ser até corruptível se oferecermos em troca alguma atenção. Sofre no lugar da gente, se preocupa com detalhes e tenta adivinhar todas as nossas vontades, enquanto que o mundo propriamente dito exige eficiência máxima, seleciona os mais bem-dotados e cobra caro pelo seu tempo.

Mãe é de graça!
"MÃE Mãe!
São três letras apenas
As desse nome bendito:
Três letrinhas nada mais...
E nelas cabe o infinito.
E palavra tão pequena-
Confessam mesmo os ateus-
É do tamanho do céu!
E apenas menor que Deus... "
Mário Quintana

quarta-feira, 6 de maio de 2009

"Se todo mundo sambasse seria mais fácil viver..."


Em Copa... em uma das entradas do Metrô Siqueira Campos... Grande Chico Buarque! Essa foto eu "roubei" de um álbum de um velho conhecido. Um talento que se esconde por aí... Zuza Zapata. Mais que um músico, ele é um poeta.
"Zuza Zapata nasceu no interior do estado do Rio de Janeiro e com vinte e dois anos se mudou para a capital para estudar e investir de forma mais efetiva em sua carreira. Influenciado por músicos de várias vertentes como Otto, Lenine, Cazuza, Lobão, Caetano Veloso, Chico Buarque, Mutantes, Zeca Baleiro e Cordel do Fogo Encantado, Zuza Zapata sentiu a necessidade de fazer o máximo de misturas possíveis nas suas músicas e foram com essas experimentações que surgiu o seu primeiro álbum, de sonoridade peculiar, arranjos modernos e muita poesia."
Para ouvir e ver:
E para encerrar esse post, uns versos também "roubados".. Berimbau de Vinícius de Moraes e Baden Powell.
"Quem é homem de bem não trai
O amor que lhe quer seu bem
Quem diz muito que vai não vai
Assim como não vai não vem
Quem de dentro de si não sai
Vai morrer sem amar ninguém
O dinheiro de quem não dá
É o trabalho de quem não tem
Capoeira que é bom não cai
E se um dia ele cai cai bem"

sábado, 2 de maio de 2009

De uma Flor, Para outra Flor!

Lena,

Palavras nunca vão expressar a beleza de um gesto como esse...

http://luadebarro.blogspot.com/2009/04/para-lili.html

Minha Velhinha Baiana, Viva a Vida!


"No canto do cisco
No canto do olho
A menina dança
e dentro da menina
a menina dança
E se você fecha o olho
A menina ainda dança
Dentro da menina
ainda dança

Até o sol raiar
Até o sol raiar
Até dentro de você nascer

Nascer o que há!"

Novos Baianos
Composição: Galvão & Moraes Moreira

quinta-feira, 30 de abril de 2009

Aproveite!

"Llegamos con las manos vacías y con las manos vacías nos vamos." Osho

É uma delícia viver.
Cada dia é uma surpresa, ainda que aburrida, é novo.
Cada dia é um novo dia.

Tudo muda o tempo todo.
Ainda bem.

sábado, 25 de abril de 2009

Superwoman.

Sabe o que quero dizer hoje?

Eu sou o que sou e ponto.
Amo o que sou e ponto.
Eu vivi muita coisa triste, mantive muitos desses na memória por muito tempo.
Não o faço mais. Independente do que você ache.
Faço minhas escolhas e assumo as consequências. Peito aberto. Ofereço a outra face, pois não tenho porque me esconder mais.
A "revolução" me mostrou muita coisa. E a lição mais importante de todas é que eu continue a ser eu mesma. Com meus defeitos e qualidades. Já dizia Clarice Lispector, "até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso. Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro."

E assim eu continuo o inventar o mundo. LiLi sempre inventa o mundo, né, Quintana? O meu mundo. E só assim eu consigo realmente enchê-lo de amor. E tendo amor transbordando eu posso oferecê-lo.

"Even when I'm a mess, I still put on a vest with an S on my chest... Oh yes, I'm a superwoman. Yes I am..." (Alicia Keys)

"Você não pode ficar neutro; ou você afirma a vida com todas suas alegrias, ou você começa a condená-la." (Osho)

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Depende de quem vê...

"Media in via erat lapis"

Grande Drummond

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Música velha, vida completamente nova

"Then, tomorrow was another day
Morning found me miles away
With still a million things to say
Now, when twilight dims the sky above
Recalling thrills of our love
There's one thing that I'm certain of
Return I will to old brazil
That old brazil
Man, it's old in brazil
Brazil, brazil..."

Li que essa música (Brazil) foi gravada por Sinatra... Se souberem o compositor, me avisem! =)

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Saudade

Aiiiii... Como é bom encher o peito de amor!!!

domingo, 19 de abril de 2009

RiddleZinho

Andei sumida.... Esse jogo superrrr interessante tem ocupado minhas horas vagas!! xD

Já tinha jogado algo parecido antes, mas esse me conquistou! Já to na Fase 69!!! Iuuupiii!!!

http://www.riddlezinho.net76.net/

"RiddleZinho é um site de jogo tipo Riddle.
'Riddle ("enigma", em inglês) é um modo divertido de percorrer sites por meio de senhas que são conseguidas através de pistas presentes nos próprios sites. As tais pistas podem estar dispostas em diversos lugares: numa imagem, num texto situado logo abaixo da imagem, num texto camuflado, no título da página ou mesmo no código-fonte do site. A livre associação entre as pistas deve levar o jogador a pensar numa senha, espécie de palavra-chave que dará acesso ao site seguinte e assim por diante."*

Agora, divirtam-se como eu!!!!

Bjinhos!!!

*extraído do http://www.riddlezinho.net76.net/jogueriddlezinho.htm

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Semana Santa


Catedral de Bariloche, projetada pelo arquiteto Alejandro Bustillo


Cerro Otto

Teleférico Cerro Otto

Lago Nahuel Huapi



Vista do Centro Cívico de S. C. de Bariloche


Estrada

Na estrada...

Esse feriado me rendeu fotos belíssimas que devo compartilhar com os leitores desse mundo lindo ao meu redor! Quem não sorri com lugares tãooooo lindos?

Todas as fotos foram tiradas por mim em San Carlos de Bariloche, Rio Negro, Argentina.

domingo, 5 de abril de 2009

Músicas que falam por mim.

Pra Rua Me Levar
Não vou viver como alguém que só espera um novo amor
Há outras coisas no caminho [por] onde eu vou
Às vezes ando só, trocando passos com a solidão
Momentos que são meus e que não abro mão
Já sei olhar o rio por onde a vida passa
Sem me precipitar e nem perder a hora
Escuto no silêncio que há em mim e basta
Outro tempo começou pra mim agora
Vou deixar a rua me levar
Ver a cidade se acender
A lua vai banhar esse lugar
E eu vou lembrar você
É... mas tenho ainda muita coisa pra arrumar
Promessas que me fiz e que ainda não cumpri
Palavras me aguardam o tempo exato pra falar
Coisas minhas, talvez você nem queira ouvir
Já sei olhar o rio por onde a vida passa
Sem me precipitar e nem perder a hora
Escuto no silêncio que há em mim e basta
Outro tempo começou pra mim agora
Vou deixar a rua me levar
Ver a cidade se acender
A lua vai banhar esse lugar
E eu vou lembrar você...

sábado, 4 de abril de 2009

Respeito é a palavra mais bonita que eu conheço.

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Capote - Leitura de uma versão*


O que será que ele escreveu sobre Mister Perry Smith?

Truman Capote** viveu intensamente cada palavra de seu último romance. Acho que uma das razões que fazem uma pessoa ficar fascinada pela outra é o fato de se ver no corpo de outrem. Seja por características ou ideais semelhantes ou pelo outro ser o que projetamos para nós mesmos. Mas, se ver e se identificar em um assassino não deve ser nada prazeroso. Ele descreve que era como se os dois tivessem saído da mesma casa. Ele pela porta da frente e Perry pelos fundos. Talvez por isso Mister Capone*** nunca mais escreveu um romance se quer. Que história irá contar um escritor que foi completamente despido por um de seus personagens?

Essa história eu tenho que ler: In Cold Blood (A Sangue Frio de 1966).
*Capote foi lançado em 2005. Em 2006 saiu outro filme do mesmo assunto, Infamous (Confidencial) - postei o trailer desse abaixo. Sob outro ponto de vista, opiniões sempre se modificam, mesmo que um pouquinho só.

**Phillip Seymour Hoffman recebeu um Oscar pela interpretação brilhante. Para comprovar o seu merecimento veja um pedaço dessa entrevista com Truman Capote.

*** Capote era amigo de infância de Harper Lee, autora do reconhecidíssimo livro To Kill a Mockingbird (O Sol é Para Todos)

segunda-feira, 30 de março de 2009

Parabéns.

Como deve se sentir uma pessoa que completa um século de vida?
O que será que passa pela cabeça de quem viu tantas transformações no mundo que vão de descobertas tecnológicas a guerras mundiais...
Minha Bisavó completou 100 anos semana passada.
Uma mulher linda que fala com a voz baixinha e que sempre me aconselhou:
“Pensar demais faz mal.” =)
Pérolas de uma mulher que sobrevive dificuldades e vive dignidade cultivando suas flores.
Maria, Maria, minha bisa Maria.

domingo, 29 de março de 2009

Antes que eu coma um pacote inteiro de biscoito de chocolate.

Olha, cada um vê o mundo a sua maneira.
Talvez você tenha um jeito muito mais simples de vê-la.
Entretanto, eu só sou permitida a falar da minha leitura de mundo.
Nunca vou adivinhar a sua.

Muita tristeza me fez sair do computador.
Fui correndo com a música para meu refúgio onde deitei e procurei por mim.
Engraçado, meu "eu" tem você.
Não quero que seja assim.
Um mais um é igual a dois.
Foi assim que me ensinaram.
Será que eu não sei mais contar?

A intimidade faz "um mais um" ser igual a "um só".
Não vou falar disso agora.

Vou falar de mim. Do meu um.
Eu espero por você. E meu esperar é diferente do seu.
Meu esperar contou os dias, não conta mais.
Meu esperar senta horas a suspirar.
Meu esperar sonha com ilusões que tem esquecer.
Tá, você não é igual a mim.
Não te cobrei isso momento algum.

Só sei que eu deitei. Por mais de uma hora.
Saí de mim, catei os cacos e sentei de novo.
Já estão todos colados.
Urgência por falar. Tem muita coisa ainda entalada na garganta!

Não quero perguntar se isso tudo vale a pena.
Isso já tem resposta.
Eu quero presença. Mais sutil, mais simples.
Quem disse que para estar presente é preciso dizer que ama?
Quem disse que para estar presente é preciso falar?
Estar é presença.
Se eu não puder mais contar com você, contarei comigo.
"Comigo" nunca me larga. Graças a Deus.

Eu não preciso de você, nem de ninguém, pra ser feliz.
Acho que você já sabe disso.
Isso não quer dizer que eu não precise de você.
Sinto sua falta.

sábado, 28 de março de 2009

Felicidade

"Quando a gente canta somente
Aquilo que a gente sente
Profundamente
Não há lugar nenhum para canção doente
Porque a alegria se derrama quente

Pois quando a gente canta alegria
A força da canção explode, se irradia
É como a luz do sol sendo a luz da gente
É como a luz da gente sendo a luz do dia

Ô ô, que felicidade
Eu quero andar na vida namorando você
Por todos os caminhos onde eu descobri
Que apesar de tudo meu povo sorri

Ô ô que felicidade
Meu coração não mente quando canta e diz:
Eu faço exatamente o que sempre quis
É muito importante que eu seja feliz.

Quando a gente canta a alegria
Irradia a luz do dia, a luz do dia"

As vozes das Chicas cantando Gonzaguinha

quinta-feira, 26 de março de 2009

Signs

Sometimes, emotions do not need to be spoken out loud.

This 12-minute short-film does exactly that.

An emotional rollercoaster expressed only in silence and signs.
Enjoy.



Essa mensagem é postada com um carinho especial.

De alguém que muito admira o silêncio.

terça-feira, 24 de março de 2009

Um ontem...

Ilusión


Uma vez eu tive uma ilusão
E não soube o que fazer
Não soube o que fazer
Com ela
Não soube o que fazer
E ela se foi
Por que eu a deixei
Por que eu a deixei?
Não sei
Eu só sei que ela se foi


Mi corazón desde entonces
La llora diario
No portão
Por ella no supe que hacer y se me fue
Por que la dejé
¿Por que la dejé?
No sé
Sólo sé que se me fue


Sei que tudo o que eu queria
Deixei tudo o que eu queria
Porque não me deixei tentar
Vivê-la feliz

É a ilusão de que volte
O que me faça feliz
Faça viver
Por ella no supe que hacer
Y se me fue
Por que la dejé
¿Por que la dejé?
No sé
Sólo sé que se me fue


Sei que tudo o que eu queria
Deixei tudo o que eu queria
Por que não me deixei tentar
Vivê-la feliz


Sei que tudo o que eu queria
Deixei tudo o que eu queria
Porque no me dejo
Tratar de ser la feliz
Por que la dejé
¿Por que la dejé?
No sé
Sólo sé que se me fue.







Julieta Venegas y Marisa Monte


segunda-feira, 23 de março de 2009

Vigiando

Você já encheu seu peito de ar hoje?
E de amor?

O amor... Amor pela existência.
Amor por Deus.
Amor pela vida.

Encha seu pulmão de vida.
Vida que brota de flores.
Vida que brota do chão.
Vida que brota do nada.

Vida...
Sem vergonha de ser você.
Sem vergonha.
Sem vergonha!
Sua sem vergonha! (rsrsrs)

Amo.
Amo a mim.
Amo a você.
Nem sei quem é você.
Mas eu te amo.
Amo a você!
Sim, esse eu sei quem é.
Ou pelo menos um pouco do que é.
Há mais que um você.
Ainda bem.

Ainda enchendo os pulmões?
Vigie.
Não vigie.
Escute.
Toque.
Sinta. Com todos seus sentidos.
Use menos os olhos. Para o equilíbrio dos sentidos.
Ouça o ruído que há quando fechamos os olhos.

Vida pulsa.
Vida há.
Vida.

domingo, 22 de março de 2009

sábado, 21 de março de 2009

Liberdade de escolha. De movimento. De pensamento.
Uma alma livre de conceitos. E tão cheia de vida.
Cheia de mim! :D

sexta-feira, 20 de março de 2009

Hoje é dia de "celembrar"!

"Eu só quero que você saiba
Que estou pensando em você
Agora e sempre mais
Eu só quero que você ouça
A canção que eu fiz pra dizer
Que eu te adoro cada vez mais
E que eu te quero sempre em paz

Tô com sintomas de saudade
Tô pensando em você
E como eu te quero tanto bem
Aonde for não quero dor
Eu tomo conta de você
Mas te quero livre também
Como o tempo vai e o vento vem

Eu só quero que você caiba
No meu colo
Porque eu te adoro cada vez mais
Eu só quero que você siga
Para onde quiser
Que eu não vou ficar muito atrás

...

Eu só quero que você saiba
Que estou pensando em você
Mas te quero livre também
Como o tempo vai e o vento vem
E que eu te quero livre também
Como o tempo vai e o vento vem"

Marisa Monte - A Sua

Para quem quer escutar um coração apaixonado...

quinta-feira, 19 de março de 2009

Viver Meu Hoje

Cheguei. Demorei um mês pra chegar.
E pela primeira vez, ontem, vivi meu dia.
Sem pensar no amanhã.
Sem pensar em resultados.
Sem pensar em quantos dias faltam.
Mas sempre pensando em você.

quarta-feira, 18 de março de 2009

Ar-rren-tina, para os íntimos!


Você sai às três da tarde e o comércio está todo fechado. Hora da siesta. Não é que todo mundo dorme não. Muita gente trabalha em horário corrido, mas poucas lojas funcionam assim.


As ruas estão cheias de gente. Ainda mais nessa época do ano que ainda tá calor. Pensando bem, mesmo no frio as ruas ficam assim: CHEIAS.


Os jovens com as roupas mais originais e coloridas possíveis. Os cabelos deles então! O mullet aqui nunca saiu de moda. Parece que estamos nas mais loucas passarelas de moda do mundo. Uma mistura de xadrez com verde limão. Maquiagem pesada. Tem de tudo.


Muitos jovens têm filhos por aqui. Não é raro encontrar uma adolescente ou uma jovem adulta com um barrigão de 7 meses ou mais. E assim são felizes.


No meio da tarde ou à noite, você encontra grupos de amigos deitado na grama. Seja numa praça ou num jardim. Acompanhados de uma garrafa térmica do essencial mate e de muitas risadas.


Quando é primavera, as pessoas te saludan com um caloroso abraço desejando uma Feliz Primavera. Bonito gesto.
Quando falam do Brasil por aqui, falam muito de Camboriú e das praias de lá. Confesso que não conheço, mas eles falam como se fosse o melhor lugar do mundo. Todos amam o Brasil. Só não mencionem nosso país em relação ao futebol. Aí as rivalidades se mostram. Pelo que tenho visto nesses três anos, só aí.


Sempre me impressionou a cor do céu. O azul é único. Cada paisagem... Ainda mais por aqui na Patagônia!


*Essa foto foi tirada na Represa de El Chocón, a maior da Patagônia.

segunda-feira, 16 de março de 2009

Engolir Sapos...

Existem sapos de todos os tipos no mercado.
Uns a gente tem que engolir.
Mas nem todos.
Tem sapos de todos os tamanhos e formas.
Eu não quero aprender a engolir mais.
Quero aprender a rejeitá-los.
Mas como? Dizendo o primeiro não.

Confesso que toda essa história de meditação tá me ajudando!

sexta-feira, 13 de março de 2009

Reiki

Reiki é um método de cura natural pelas mãos.
REI significa universal e KI a força da energia vital que está presente, pois pertence ao que é cósmico.
Reiki pode ser então definido como "a Arte e a Ciência da ativação, do direcionamento e da aplicação da Energia Vital Universal, para promover o completo equilíbrio energético, para prevenção das disfunções e para possibilitar as condições necessárias a um completo BEM ESTAR ".
A cultura oriental me encanta. A sapiência silenciosa e a intensa longevidade são evidências marcantes dos costumes do Oriente. Cada região com sua própria crença, com seu próprio ritual fascinam principalmente nós ocidentais. Seja lá qual for sua técnica (oriental ou não!) - Reiki, meditação, Ioga, Acunpuntura e etc. - o importante é fazer viagens para dentro de você mesmo. Viagens que revolucionam, transformam, renovam, inovam. Resgatando sempre o que há de melhor em você.

quinta-feira, 12 de março de 2009

"... na alvorada, vencerei."

Mudei tudo.
Mudei a alimentação.
Mudei o sedentarismo.
Mudei até de país.
Tudo para aprender.
Aprender a ser só.
Aprender a cuidar de mim.
E para não me deixar fechar os olhos pra quem eu sou.
E para nunca parar de ler o mundo ao meu redor.

"Dilegua, o notte!
Tramontate, stelle!
Tramontate, stelle!
All'alba vinceró!
Vinceró, vinceró!"
Nessun Dorma (by Giacomo Puccini)

quarta-feira, 11 de março de 2009

Meu EU passa por uma REVOLUÇÃO!
O que será que sairá de tudo isso?

segunda-feira, 9 de março de 2009

Somos todos iguais. Somos tão diferentes.


Tive alguns dias para pensar sobre o assunto, como todos vocês. Mas no primeiro dia esse texto saiu prematuramente com uma urgência de falar. A primeira pergunta que me veio à cabeça é: o que leva alguém a excluir outro alguém? Somos todos diferentes. Esse argumento não vale como resposta por não justificar e porque ao ser olhado por outro ângulo mostra-se como mais um motivo para incluir o próximo.


Ninguém é melhor que ninguém. Graças a Deus. O sentimento de superioridade exclui pessoas. Não vou falar em deficiência física ou mental, idade, sexualidade, cor de pele ou classe social. Essas são características que diferem pessoas, como qualquer outra característica. Eu não vou falar em característica. Vou falar de pessoas; de mim, de você e de qualquer um.



O ser humano possui uma peculiar mania de se agrupar aos seus semelhantes - pessoas com mesmo gosto, com o mesmo hábito e até mesmo os que são apenas do mesmo bairro. Não há nada de errado com isso desde que não se afete o outro através do preconceito. O maior motivador da exclusão social. Preconceito é a regressão da característica que nos distingue de todos os seres vivos. É a racionalidade ao avesso. Estranho ainda ser necessário falar desse absurdo.



Nascemos do mesmo lugar - o ventre de uma mãe. Crescemos. Morremos. Entramos em decomposição. O enredo básico é igual pra todos, assim como os seus direitos e deveres.



Não vou mudar o mundo com esses questionamentos em um texto publicado hoje devido a essa criativa e original iniciativa*. Mas estamos mandando mensagem para no mínimo 190 pessoas. Cada um em um lugar distinto. Com experiências e pensamentos distintos. E creio que o objetivo é que pelo menos estas pessoas reflitam e emitam essa luz de consciência para os que estão no mundo ao seu redor! Respeite o próximo. Somente em respeitar, no sentido holístico da palavra, iniciaremos a concretização da inclusão social.


Quem não pode assumir sua sexualidade sofre desrespeito.
O mais carente que sofre com o frio das ruas sofre desrespeito.
A criança que possui Síndrome de Down e não pode ir à escola sofre desrespeito.
O moço da cadeira de rodas que não tem lugar no cinema sofre desrespeito.


I already made my point.

*"Blogagem Coletiva" - iniciativa da 'blogueira' €ster (http://www.blogger.com/profile/14361828278454465667)

domingo, 8 de março de 2009

Pelo dia de hoje

Para Mulheres. Para Homens. Para pensar.

Criado por Cristiana Guerra* e pelo Daniel de Jesus na Lápis Raro**, em 2008, especialmente para o Dia Internacional da Mulher. Nunca é demais repetir.

*Criadora dos blogs:

- www.parafracisco.blogspot.com

- www.hojevouassim.blogspot.com

Visite-os!!!

**www.lapisraro.com.br

sábado, 7 de março de 2009

Encantada com as "Palavras de Osho"

Apostei todas as minhas fichas num sonho. Todas. Não deu certo. Até que ponto está certo apostar tudo num sonho? Eu fiz essa pergunta por algum tempo... Não faço mais. Vale a pena.

"Aposte todas as suas fichas. Seja um apostador! 'Arrisque tudo, pois o momento seguinte não é uma certeza. Então, por que se importar com ele? Por que se preocupar? 'Viva perigosamente, viva com prazer. 'Viva sem medo, viva sem culpa. Viva sem nenhum medo do inferno ou sem ansiar o céu. Simplesmente viva." (Osho, em "Faça o Seu Coração Vibrar")*

Meu mundo tinha desmoronado. Tudo deu errado. Por um ano minha vida parecia estacionada nos sentidos profissional e pessoal. Aí que a gente se engana!

"Saber que tudo fracassou é o começo de uma nova jornada. Saber que 'Tudo que consegui está perdido' é o começo de uma nova busca por algo que não pode ser perdido. Quando estamos completamente desiludidos com o mundo e todos seus sucessos, somente então nos tornamos espirituais." (Osho, em "Não-Pensamento do Dia", http://www.osho.com/ em 21/11/08)*

Comecei uma jornada pra dentro de mim. Auto-conhecimento. Meditação. Yoga de iniciante. Uma transformação espiritual. Fortalecer o seu eu-interior é fundamental para uma vida saudável. Já sabia, mas acho que nunca tinha colocado em prática com tanta garra e eficiência.

Por muito tempo tive pessoas bem-intencionadas que calavam minha voz. Isso me matava a cada dia e eu me sentia culpada. Como posso eu me sentir mal com alguém que só quer meu bem? Confesso que esse trecho seguinte chegou a me assustar por ser tão fiel ao meu pensamento.

"Você tem que se proteger de todas essas pessoas bem-intencionadas, que gostam de praticar o bem e que estão a todo o instante aconselhando-o a fazer isso ou aquilo. Ouça o que elas têm a dizer e agradeça. Elas não têm a intenção de lhe causar mal, mas causam. Ouça apenas o seu próprio coração. Esse é o seu único professor. Na verdadeira jornada da vida, sua própria intuição é o único professor que você tem." (Osho, em "Faça o seu coração vibrar")*

Até o mais seguro que tinha em minha vida parecia estar sendo afetado por essa longa "má-fase". Eu precisava correr contra o tempo e me resgatar antes que fosse tarde demais.

"Melhor manter a inviolabilidade da pessoa. Cada pessoa precisa ter seu próprio espaço interior. Então será bom que se encontrem algumas vezes. Então haverá alegria em encontrar o outro, haverá anseio e paixão em encontrar o outro. 'Tendemos a nos esquecer de quem está muito próximo vinte e quatro horas por dia, o óbvio tende a ser esquecido. Trabalhem separadamente, e a sua proximidade crescerá, sua intimidade crescerá." (Osho, em "Osho Todos os Dias - 365 Meditações Diárias")*

Tomei a decisão mais difícil. Não foi o caminho mais confortável, porque sofro as consequências nada fáceis dessa decisão. Eu me afastei de todos e tudo. Fui pro meu refúgio secreto. Secreto pois todos estranham quando vou embora. Parece que só eu entendo!

"Sempre que houver alternativas, tenha cuidado. Não opte pelo conveniente, pelo confortável, pelo respeitável, pelo socialmente aceitável, pelo honroso. Opte pelo que faz o seu coração vibrar. Opte pelo que gostaria de fazer, apesar de todas as conseqüências." (Osho, em "Faça o Seu Coração Vibrar") *

Mas essa era a minha verdade. Não sigo mais nada além do que esteja rimando com a minha verdade. Não posso mais me atropelar, se não me sinto sufocada. Pior que isso, me sinto pequena. Sigo o meu caminho e não o dos outros. Não vou ouvir mais conselhos. Ouvia demais. Ouvirei meu coração. Nunca me senti tão conectada a mim mesma desde que o faço.

"Existe algo de imensa importância sobre a verdade: a menos que você a encontre, ela nunca será verdade para você.Se essa verdade é de outra pessoa e você a pega emprestada, no mesmo instante ela deixa de ser verdade — passa a ser uma mentira." (Osho, em "Faça o Seu Coração Vibrar")*

E hoje confio. Confio em mim. Não há confiança mais bonita e mais forte do que a auto-confiança.

"Se você puder confiar, uma coisa ou outra sempre acontecerá e ajudará seu crescimento. Suas necessidades serão supridas. Tudo aquilo que for necessário numa determinada época, será dado a você, nunca antes. 'Você somente o recebe quando precisa, e não há sequer um único momento de atraso. Quando você o necessita, você o recebe, imediatamente, instantaneamente! Essa é a beleza da confiança. 'Pouco a pouco você vai aprendendo como a existência dá a você, como a existência cuida de você. Você não está vivendo em uma existência indiferente. Ela não o ignora.'Você está preocupado desnecessariamente; tudo é provido. Uma vez que você descubra a chave de perceber isso, toda preocupação desaparece." (Osho, em "Mojud - O Homem com a Vida Inexplicável")*

Entendo hoje porque meu sonho ainda não se realizou. O motivo é com certeza mais detalhado do que 'não era a hora'. E agora sigo a vida com leveza. Sei quem é responsável por tudo que vivo.

"A vida é uma oportunidade. Você pode usá-la, pode abusar dela, ou simplesmente desperdiçá-la. Excetuando você mesmo, ninguém será responsável. A responsabilidade é do indivíduo. Quando você compreende isso, começa a ficar alerta, ciente. E começa a viver de uma maneira totalmente diferente. Então, na verdade, pela primeira vez você está vivo.
'Do contrário, as pessoas vivem numa espécie de sonho - meio adormecidas, meio despertas...em algum lugar entre a vigília e a semivigília. Essa vida não é realmente vida. você existe, mas não vive." ("O Homem que amava as gaivotas" -Osho)*

De repente, depois de tanto tempo, recebi todas as respostas que buscava. Não foi fácil chegar até aqui. Mas sei que não será fácil continuar. O importante é o agora. O importante é continuar.

"Tudo na vida não precisa ser explicado. Não temos responsabilidade de explicar coisa alguma a alguém.Tudo o que é profundo é sempre inexplicável. Aquilo que você pode explicar será muito superficial. Há coisas que você não pode explicar." (Osho)*

*Todos os trechos de obras de Osho foram extraídos do interessantíssimo blog http://palavrasdeosho.blogspot.com/ Faça você o favor de conhecer e conseguir respostas para suas perguntas!

sexta-feira, 6 de março de 2009

Recebi por email hoje... "Paz Perfeita"


Havia um rei que ofereceu um grande prêmio ao artista que fosse capaz de captar numa pintura a paz perfeita. Foram muitos os artistas que tentaram.

O rei observou e admirou todas as pinturas, mas houve apenas duas de que ele realmente gostou e teve que escolher entre ambas.

A primeira era um lago muito tranqüilo. Este lago era um espelho perfeito onde se refletiam umas plácidas montanhas que o rodeavam. Sobre elas encontrava-se um céu muito azul com tênues nuvens brancas. Todos os que olharam para esta pintura pensaram que ela refletia a paz perfeita.

A segunda pintura também tinha montanhas. Mas estas eram escabrosas e estavam despidas de vegetação. Sobre elas havia um céu tempestuoso do qual se precipitava um forte aguaceiro com faíscas e trovões. Montanha abaixo parecia retumbar uma espumosa torrente de água. Tudo isto se revelava nada pacífico.

Mas, quando o rei observou mais atentamente, reparou que atrás da cascata havia um arbusto crescendo de uma fenda na rocha. Neste arbusto encontrava-se um ninho. Ali, no meio do ruído da violenta camada de água estava um passarinho placidamente sentado no seu ninho.

Paz perfeita. Qual pensas que foi a pintura ganhadora? O rei escolheu a segunda. Sabes por quê? “Porque”, explicou o rei, “paz não significa estar num lugar sem ruídos, sem problemas, sem trabalho árduo ou sem dor”. “Paz significa que, apesar de se estar no meio de tudo isso, permanecemos calmos no nosso coração. Este é o verdadeiro significado da paz”.



quinta-feira, 5 de março de 2009

Pensar ou não pensar, eis a questão!

Além de ler, eu penso muito. Tem gente que me diz que eu penso demais... Ah, mas agora isso não importa!
Eu penso sobre o hoje, sobre o amanhã, sobre o ano que vem. Penso sobre o que faço, se estou fazendo a coisa certa e se estou sendo fiel a mim mesma. É minha maneira de zelar pelo meu equilíbrio... Será que realmente faz mal? Ihhh... Acabei de dizer que agora não importa.
Para mim tudo depende de como você conduz seu pensar. Se você o faz para seu próprio benefício, para tornar as coisas mais fáceis, não consigo ver nada de errado! Entretanto, existem pessoas que encaram o pensar como parte do processo de vitimização. Aí o bicho pega!
Lembro-me demais de um texto de Platão inesquecível. O Mito da Caverna. Pensar é a minha maneira de fugir das amarras e buscar minha verdade, minha luz. Cada vez que o faço compreendo meu mundo d'uma maneira mais ampla. E assim, lido com qualquer tipo de problema que tenho. Consigo minhas soluções. Quando não há soluções, garanto estratégias que me permitem respirar fundo com uma mente sã e coração leve.




Photo by Gutter in http://www.flickr.com/photos/43698630@N00/2403249501

quarta-feira, 4 de março de 2009

Ler...

Comecei minha história no "mundo dos blogs" por causa de um livro. Um livro que aumentou todas as vozes que gritavam dentro de mim. Vozes que gritavam minhas opiniões e meu modo de ver a vida. Não que a personagem fosse igual a mim. Não temos personalidades parecidas e nem vivemos a mesma história. Entretanto, tudo me despertou o sentimento de vida.

Desde então busco registrar momentos onde tive essa sensação de estar com os olhos da alma/espírito abertos.

Cada um é guiado por uma força que não se sabe de onde vem. Buscar seguí-la é uma tarefa diária. A vida dá dicas de por onde devemos seguir. Pode ser através de um vento que bate na cara de repente... Num canto repentino de um bicho qualquer. Num dia ensolarado no meio de uma semana de chuva...

"Todo mundo o ajudará a ser você mesmo,

e ser você mesmo é a coisa mais rica do mundo."

Osho

terça-feira, 3 de março de 2009

Quem sou eu?

Não sou a mesma de ontem, tampouco a mesma de amanhã.
Uma mistura do que leio, do que vejo, do que ouço e do que acho bonito.
Garra, determinação, sonhos e uma pitadinha de desânimo que quebro com a esperança.
Gosto de olhar sorrisos, olhar pro céu, olhar pro nada.
Ouvir sons, sentir só por sentir.
Tenho amigos, muitos amigos, cada amizade é de um jeito diferente. Cada uma é especial.
Amo minha família demais!!! E essa é insubstituível.
Tenho um amor. Não sei como as pessoas vivem sem um. Desejo sempre que encontrem...
Acredito no bom espiríto, na força do pensamento e na atitude positiva.
Acredito em Deus.
Não há coincidências. Há planos sendo realizados (de quem nem sempre descobriremos).
Acredito em sinceridade. E que talvez o mundo não esteja acabando! Mesmo com as diversas descobertas científicas.
Preciso seguir meu caminho sempre. Agir com meu jeito, com meu coração. Quando não o faço deparo certamente com uma inquietação silenciosa e profunda.
Faço silêncio quando estou triste. É pra eu poder me ouvir. Muitos não respeitam e nem entendem. Já expliquei mais de uma vez. Mas descobri que nem sempre as pessoas escutam.
Aprendi a ouvir. Ouvir tudo. Adoro observar - principalmente aqueles detalhes que ninguém vê e que ninguém valoriza (ninguém não, pois eu to vendo! rsrsrs).
As pessoas são mais transparentes que se imaginam. Todos são o que são. Só que nós, observadores, temos que prestar mais atenção... Algumas são mais complexas de se ler...
Eu estou sempre pensando e procurando. Como se numa eterna vigília.
Sou feliz. Mas fico triste também.. Fico, mas não sou.
Obrigada meus amigos. Meus amigos mais especiais têm acesso a esses meus textos. E eu agradeço sempre a presença de cada um deles aqui. Até os mais novos!! ;) Solange. Nina. Elite. LINDAS. Vcs fazem parte do meu novo eu. :) OBRIGADA.

domingo, 1 de março de 2009

Pessoas...

Pessoas conseguem entrar no nosso mundo mesmo sem nos conhecer! E fazer parte dele. Mesmo que só com uma lembrança. Ou com uma troca de olhares. Essas podem deixar marcas eternas.. Às vezes são dessas pessoas que eu gosto mais!!

sábado, 28 de fevereiro de 2009

15 Steps by Pravs

15 Steps to Fulfilling Your Wildest Dreams

There are 3 keys to success in any new venture:

1) Being in the right place at the right time. (You could well be already there!)
2) Have a vision of where the industry/business you’re working in is going!
3) Taking Massive and Immediate Action! (It is time to act!)

“The future belongs to those who believe in the quality of their dreams.” Was it Johann Wolfgang Von Goethe, the famous German poet and philosopher who said those wise words?
Here are 15 steps to fulfilling your wildest dreams…

1. KNOW YOURSELF
Know and accept your weaknesses and faults (we all have them), but even more so your strengths, abilities and gifts. Build on your strengths and try to minimize or improve on your weaknesses. An honest, objective analysis of yourself is the first step in preparing you for success and realizing your dreams. Celebrate you for just being you, a unique creation.
Aim for mental clarity about what you most want out of life. Think about it and write it down. If it’s happiness, what do you mean by happiness: a sense of belonging, recognition, independence, love, money or security? If you don’t know where you are and where you want to go with your life, how will you ever get there? Aim at nothing and you’re sure to hit it.

2. GET PASSIONATE
Don’t apologize for getting passionate. What excites you the most? If you are not enthusiastic and excited about what you’re doing, your path in life, you’ll never get others to share your dream. Once you find your passion, you will have found your POWER, MEANING and PURPOSE in life.

3. SURROUND YOURSELF WITH POSITIVE PASSION
Always be aware. Negative people will poison your dream faster than anything else. Motto: “If you can’t be positive, shut up!” Try and stay positive…even in the face of negativity.

4. ACCEPT FROM THE START THAT YOU WON’T PLEASE EVERYONE
You’re going to be misunderstood, misquoted, hurt some feelings, perhaps even lose some friends (for the time being). Motto: “What other people think of me is none of my business!” Repeat this statement to yourself, especially when you doubt or feel discouraged.

5. ALWAYS BE YOURSELF
To thine own self be true. (Shakespeare’s “Hamlet”, act I.3.) This is supremely important, no matter what the world may think of you. The masses are conditioned to mediocrity and other people’s success can make them not feel inferior for their own insignificant little lives. Accept yourself. Learn from others–but don’t be intimidated by them, or pretend to be someone you’re not; because…”We are most effective when we’re being ourselves.”

6. DON’T BE SCARED OF MAKING MISTAKES
The only real mistake is one from which you learn nothing. Motto: “Far better to try something and fail, than try nothing and succeed!”

7. ACCEPT THAT IT WILL NEVER BE EASY
Realizing your dream may be the hardest, most uphill thing you’ll ever do. A truth …”You can’t coast uphill.” The key ingredient in success is never giving up. Keep on keeping on with your quest. It has been said that ”success is 99% made up of failures”.

8. STAY HUMBLE (no matter how successful you may be)
Don’t ever think you’ve made it and arrived–there’s always a lot ahead, more to do, higher mountains to climb. Motto: “The greatest way to do our thing has yet to be discovered!”
9. DON’T UNDERESTIMATE YOURSELF
There is incredible power in yourself (in the form of the unique human mind), but far more so in the forces of the Universe. Make them work for you by living your life in harmony with these natural forces. Like positive energy attracts like.
Enough “spiritual” thoughts! Back to the “real world” and you. Avoid developing an inferiority complex (Who am I, a ‘nothing’?”). Don’t be filled with feelings of self-pity (”nobody likes me”), or think “I can’t do it.” These thoughts will steal your dream.

10. HAVE FUN
Nothing is ever as bad as it seems–don’t get too solemn, or serious or too downcast when things go wrong (as they surely will from time to time). Take a leaf from Thomas Edison’s book: “I never did a day’s work in my entire life: it was all FUN!” Laugh at life’s funny moments…and there are plenty of them. “The secret of happiness is not in doing what one likes, but in liking what one does.” - J.M. Barrie

11. DEVELOP ‘THE WILL TO LIVE’
There will be plenty of times when you’ll face the death of your dream. When failures, disappointments, and criticisms come you need the will and faith to keep going. Remember: We learn far more from our failures than our successes, because failures show us what doesn’t work. So, failure is just one step closer to ultimate success. Often the difference between failure and success is trying just one more time, picking yourself up off the canvas after being knocked down time and again.

12. DEVELOP ‘THE WILL TO HELP AND SERVE OTHERS’
Success on its own (i.e., for its own sake) will pollute and corrupt you–it’s a dead end street unless you have meaning in your life. The years of struggle breed fortitude and character. The gold may be an inch away from the seam, where your fellow miners have given up. You need to succeed for a reason, a purpose, a cause that’s bigger than you! and IF (a very big if) you’ve fulfilled all the above requirements…

By the time you finish reading this you will realise its just 12 steps and not 15………..

www.pravsworld.com
© All quotes are written by Pravs J. Copyrights owned by Pravs World.

Quotes by Pravs J.: making life easier and more beautiful!

"Know me for what I do and for not what I am. Judge me for what I can do and not for what I have done."
"Life is always about searching. We keep searching all the time. For... Friends, Love, Peace, Success and so much more. But at times do wait for a while, and search your soul. It won't take you anywhere, But will help you reach yourself."
"I may be in situations where my life comes to a halt. My efforts may not bring success. I would not be able to move ahead in life. But even then, I would not want to be a motionless statue. I would prefer to be a lighthouse which is stationary; But continues to guide ships which are passing along."
"Over the same sea, on the same winds; A ship sails in one direction, another in opposite. It is not the wind that decides which direction the ship goes; Its the sails; how they are tied and how they are maneuvered. Similarly, it is not fate that decides where your life is going; It is all about how you take life and where you take it to."
"Have the courage to live. Anyone can die."
"One day you might see yourself walking alone on a new path. No one seems in sight. No one seems to have walked it earlier. Don't give up midway. You're on a right track. Go on. Reach your dreams. The reason why you do not see anyone is because, the world is following you."
"Your first step is all that it takes to reach success. It shows your faith in your dreams. It shows your belief in yourself. It shows you have courage to move ahead."
"In silence lies power."

www.pravsworld.com
© All quotes are written by Pravs J. Copyrights owned by Pravs World.

Nossa Cara

Você é o tema de hoje do meu blog. Você que não sai da minha cabeça. Você que ocupa meus pensamentos até na hora de dormir. Você que me faz feliz mesmo com a distância de tantos sei lá quilômetros. Você. Meu porto. Eu seu farol. Combinou conosco.

Bruno Avena >>> diz:
Olha meu amor não fique longe
Tá todo perfeito o cenário pra gente se amar
eu não sei porque você se esconde
O quê que há...

Olha eu sou seu menino, você é meu grande amor
és minha rosa e eu sou seu beija-flor
Tenha certeza não é amor de carnaval
quer saber vou dizer na real

A gente Nasceu pra ficar junto
Nasceu pra Brilhar juntos
eu seu porto, você meu farol

Bruno Avena >>> diz:
Pára de dizer que não dá mais
Abre os olhos e encara
eu não vivo sem você
esse amor é pra valer

Arruma tudo e vem embora
Porque demora nessa hora
São dois corações em uma só paixão
Como é lindo teu sorriso

Me sinto um punhado de areia em suas mãos
Eu sou refém do seu coração
Vai, vai tristeza pra além do horizonte
pra longe de mim...

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Beijo na testa

Existem pessoas que precisam dizer 'eu te amo' toda hora, abraçar toda hora, perguntar toda hora... Eu já fui assim. Mas aprendi que é muito mais valorizado aquele que não repete sempre. Nada mais lindo que um só beijo na testa de quem tem que se despedir. Nada mais sutil e sincero. Continuo a achar que falar demais é um defeito. É um exagero. Melhor deixar de falar. Melhor mesmo é deixar-se interpretar. Há de compreender um olhar. E quem não compreende um olhar, já citei o Mário Quintana, tampouco entenderá uma longa explicação. Misturei dois assuntos em um. Um dia eu explico cada um.

Pravs... =)


quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

=)

"Como quando a gente é criança e pela primeira vez vai se equilibrar na bicicleta sem as rodinhas de trás. Um dia eu vou fazer com você o que fizeram comigo, e isso vai ser muito amoroso: vou tirar as rodinhas de trás sem que você perceba. Quando você menos esperar, estará equilibrado na bicicleta, sozinho, sem notar que nunca precisou de fato das rodinhas de trás. Elas estavam ali apenas para que você soubesse, apenas para que você fizesse da serenidade um ponto de partida.
'Melhor seguir em frente sem pensar na ausência das rodinhas. Melhor não pensar nisso nunca."

Cristiana Guerra

http://parafrancisco.blogspot.com/2009/02/o-barco.html

Se você gostar do que ler, e pensar em copiar, coloque os créditos do autor do texto respeitando à Lei nº 9.610, de 19 de fevereiro de 1998!!!

Confesso, essa foi feita pra mim...

Você - Chicas

Você desfoca, sai do tom
Se perde e não vê
Que a confusão começa dentro de você
Disfarça, acha graça, desmonta e sorri
Não aguenta o peso
dessa máscara que esconde...
Você !... Carrega o mundo e não vê que ser...
Feliz é viver o presente e deixar fluir...
O que sente e não se importar...
Com que os outros pensam que você é...
Quem é você ?
Você que é tão sensata, tão cheia de si
Sempre fazendo festa e se sentindo tão só
Você que sempre agrada e sem perceber
Insiste em seguir um caminho
Que não é...
Você !... Carrega o mundo e não vê que ser...
Feliz é viver o presente e deixar fluir...
O que sente e não se importar...
Com que os outros pensam que você é...
Quem é você ?
Sai do quarto... Passa da porta e vai...
Deixa o mundo ver...
Sai do quarto passa da porta e vai
Quem sabe você?
Entrega pró mundo e vê, que ser...
Feliz é viver o presente e deixar fluir...
O que sente e não se importar...
Com que os outros pensam
Que você é...
Quem é você...
Deixa o mundo ver...

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

"Há mais pessoas que desistem do que pessoas que fracassam."
Henry Ford

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

"Quem não compreende um olhar, tampouco entenderá uma longa explicação."

Mário Quintana

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Only when I sleep...

"But it's only when I sleep... See you in my dreams..."

The Corrs - Unplugged

domingo, 22 de fevereiro de 2009

Raise it up!

from the movie August Rush

"(so don't give up) so don't give up
(when pressures come down) sometimes it takes a different kind of dream to make you smile
(so raise it up) so raise
(hang in there with me) sometimes we need another helping hand to show the way
(so don't give up) so don't give up
(when pressures come down)
sometimes it seems impossible and that's why we pray
(so raise it up) we raise..."