Leitores do Mundo ao Meu Redor

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Raízes

Música para poucos
Música da natureza
Batucada entre as árvores
Um cantar murmurado
Inebriante
A natureza dança nossa ignorância.


Ela pouco se importa.
Minhas raízes não negam;
já estive por lá.


[Ao Som de Guem, sugestão de Ricardo K.
http://www.youtube.com/watch?v=eVwsTp0rqJk]

4 comentários:

Ricardo Kersting disse...

Então é um testemunho ocular? Acho que também presenciei algo semelhante. Lendo as tuas palavras cheguei a ouvir o percussionista Guem solando em seu "Trois Têtes".

Senti o ritmo da pulsação!!
Beijos

Jordana Diógenis. disse...

Olá! tudo bom?!

sabe... um dia eu estava de bobeira, mexendo no google, meio encucada com um certo assunto. Resolvi pesquisar melhor sobre ele. E aí digitei na busca:

"beijo na testa"

e me veio este link:
http://meninaquele.blogspot.com/2009/02/beijo-na-testa.html

cliquei e li.
e fiquei ruborizada com as palavras belas que você usou para descrever esse carinho.

Lá no meu blog tentei escrevê-lo com minhas palavras. Ainda hoje vejo que não consegui dizer tudo o que queria, como você escreveu, pois ficou realmente muito bom.

Mas eu queria mesmo lhe dizer que suas palavras (e o seu blog) me inspiraram, pois não resisti e venho acompanhando seus textos e atualizações desde quando conheci isto aqui.

Simplesmente adoreeeeei ler o que você escreveu, conhecer um pouco do seu mundo. é realmente um blog muito bom, parabéns!
hehe

Bom, acho q já escrevi demais!...hehehe
beijo!!
boas vibrações pra vc! =]

Vivian Pereira disse...

Música é como se fosse o ar...muito difícil viver sem ela!!! Não tem um dia que eu não coloco os fones no ouvido para escutar qualquer música... outro dia vi uma comunidade no orkut que era assim "Vida deveria ter trilha sonora"... concordo plenamente!! e é lógico que entrei para participar dessa comu rsss...

Bjoss e bom final de semana

Daniel Savio disse...

Lembra um pouco o maracatu (repara o som com a pronuncia da palavra)...

Mas espero que você esteja falando do artista mais atual e não de uma forma mais antiga que este estilo música se originou...

Hua, kkk, ha, ha, brincadeira com um fundo de verdade.

Fique com Deus, menina Lili.
Um abraço.