Leitores do Mundo ao Meu Redor

segunda-feira, 23 de março de 2009

Vigiando

Você já encheu seu peito de ar hoje?
E de amor?

O amor... Amor pela existência.
Amor por Deus.
Amor pela vida.

Encha seu pulmão de vida.
Vida que brota de flores.
Vida que brota do chão.
Vida que brota do nada.

Vida...
Sem vergonha de ser você.
Sem vergonha.
Sem vergonha!
Sua sem vergonha! (rsrsrs)

Amo.
Amo a mim.
Amo a você.
Nem sei quem é você.
Mas eu te amo.
Amo a você!
Sim, esse eu sei quem é.
Ou pelo menos um pouco do que é.
Há mais que um você.
Ainda bem.

Ainda enchendo os pulmões?
Vigie.
Não vigie.
Escute.
Toque.
Sinta. Com todos seus sentidos.
Use menos os olhos. Para o equilíbrio dos sentidos.
Ouça o ruído que há quando fechamos os olhos.

Vida pulsa.
Vida há.
Vida.

2 comentários:

Sempre em Trânsito disse...

Encher os pulmões de vida. Ótima dica para sua segunda-feira, ainda mais quando a vida não estão lá essas coisas!

Excelentes poemas como sempre!

Daniel Savio disse...

Vamos dizer que não é exatamente vigiar e sim prestar atenção nos detalhes...

Hua, kkk, ha, ha, brincadeira com um fundo de verdade.

Fique com Deus, menina Lili.
Um abraço.